"RESPONSIBLE GSD BREEDERS"
                                            
  SUCCESSFUL GSD BREEDERS FOR OVER 35 YEARS
                           

                         IMPRESSõES Siegerschau 2006

Last Page
IMPRESSIONS SIEGER 2006
IMPRESSIONEN Siegerschau 2006
IMPRESSõES Siegerschau 2006
SIEGER 2006 MAIN RESULTS


 

  


 
 

IMPRESSõES
 
Siegerschau de 2006, Oberhausen, Alemanha
O campeonato mundial dos pastores alem
ães

 Por David Payne – Videx GSD
www.videxgsd.com

PRINT COPY HERE
 

WORLD SIEGER 2006 - ZAMP VOM THERMODOS

Zamp,  Lisa & Julia


Organizada na cidade de Oberhausen, situada em um área industrial da Alemanha, perto de Dusseldorf, esta foi a primeira vez que a Siegerschau foi organizada nesta cidade.  Acredito que há planos no sentido de que volte para cá em 2008.  Oberhausen é uma cidade algo menor que os centros onde a Sieger acontece normalmente, o que acarreta em uma certa dificuldade de se encontrar acomodaç
ões em hotéis, o que resultou em que vários visitantes ficaram distântes do local do evento. 

A sede da Sieger foi o Niederrheinstadion, que não é um local ideal para a organização de um evento desta magnitude.  Os ringues para as duas classes jovens (12 a 18 meses e 18 a 24 meses) de machos e fêmeas ficam muito distantes da entrada do estádio.  Apesar do gramado em boas condições, havia também uma distância razoável entre os ringues das classes de 12 a 18 meses e de 18 a 24 meses. 

Andar de um lado a outro não era tarefa das mais fáceis, tendo em vista as escadas e elevações constantes, além da distância excessiva e das contínuas sujeiras dos cães na maioria dos locais públicos, com poucos recursos para o seu recolhimento e poucas lixeiras disponíveis.  Este último aspecto ficou particularmente em evidência na tarde de sábado. 

As classes jovens (machos e fêmeas) foram realizadas em ótimos ringues, com locais de observação ao redor muito apropriados.  Trata-se de um aspecto importante durante uma Siegerschau, pois os milhares de espectadores necessitam de amplo espaço para que possam acompanhar o julgamento.  Em passado recente, em algumas Siegers o ringue tinha apenas três lados acessíveis aos espectadores, o que dificulta consideravelmente o acompanhamento por parte do público.  Por outro lado, o estádio principal era algo menor que nos anos precedentes, mas ainda adequado. 

Havia uma grande variedade de facilidades como área de alimentaçao entre os ringues e o estádio principal. 

 WORLD SIEGERIN 2006 - XARA VOM AGILOLFINGER


Nathalie Prachensky and the Siegerin Xara vom Agiloifinger and Lothar Quoll

 

Os encontros sociais aconteceram como de hábito, especialmente entre amigos e conhecidos de diferentes países.  Este é sempre aspecto importante da Sieger.  Encontrar amigos e discutir sobre cães, rumores, especulações, “informações de cocheira”, possíveis vencedores, os favoritos, etc… .  Esta é uma das melhores características deste grande evento e tive discussões com entusiastas de vários países, incluindo pastoreiros da Alemanha, da Holanda, da Bélgica, da Itália, da França, dos EUA, da Nova Zelândia, do Canadá, do Havaí e da África do Sul. 

Os primeiros grupos da Aberta Machos e Fêmeas (acima de dois anos) são julgados no estádio principal na parte da tarde de domingo.  Por uma questão organizacional, devido ao grande número de animais inscritos, todas as classes são divididas em grupos de 50 ou 60 animais.  Em alguns casos, chegamos a ver 4 grupos, como por exemplo na classes jovens das fêmeas. 

A previsão do tempo para os três dias não era das melhores.  Ocorre que tivemos durante a maior parte do evento uma tempo muito bom,com temperatura bem razoável, com algumas nuvens e chuvas ocasionais.  No domingo, por outro lado, muita chuva por duas horas, precisamente durante o julgamento da Aberta Fêmeas e da Aberta Machos. 

Novamente este ano, preparei os MAIN RESULTS” (PRINCIPAIS RESULTADOS) deste grande evento.  Espero que meus comentários sejam de utilidade.  Os leitores conhecerão os principais vencedores, os pais de cada um, assim como algumas informações importantes para a criação. 

A Sieger de 2006 foi palco de mudança no julgamento da Classe Aberta Fêmeas, este ano a cargo do juiz Gunter Schwedes, do canil von der Wilhelmswarte.  A Aberta Machos foi, como em 2005, julgada por Heinz Scheerer, do canil Hühnegrab. 

Gunter Schwedes é um conhecido e respeitado juiz da SV.  Gunter tem um estilo autoritário que combinado com seu entusiasmo, conhecimento e experiência, foi muito prazeroso assitir ao seu julgamento. 

Novamente Ursus von Batu figurou fortemente nas linhas de sangue da Sieger de 2006, apesar de que ficou evidente o aparecimento de algumas linhas alternativas que estao cada vez mais frenquentes.  A linha de sangue mais fortemente promovida na Sieger de 2006 foi a de Dux della Valcuvia.  Seu filho Quantum von Arminius, VA2, e um neto, filho de Quantum, Zamp Thermodos, foi o VA1, Sieger de 2006.

 

DUX DELLA VALCUVIA

Está muito claro que Dux della Valcuvia já pode ser considerado como um reprodutor muito influente na criação, não apenas como um reprodutor de ponta, mas também através de seus filhos Marko della Valcuvia, VA7 em 2005, Quantum e de seu neto Zamp, TODOS portadores de excelentes habilidades reprodutivas. 

Chamo a atenção para a explicação que segue das importantes capacidades de reprodutivas de alguns cães, no sentido de ajudar os criadores a que compreendam de onde boa parte dessa capacidade vem.  Enfatizarei no aspecto importante que os criadores devem levar em consideração que é o fato de examinar mais atentamente a capacidade reprodutiva das fêmeas nos pedigrees dos reprodutores mais importantes

Dux della Valcuvia – sua poderosa capacidade reprodutiva não vem apenas de seu pai, o VA Max della Loggia dei Mercanti.  Vem também e de maneira muito acentuada de Una della Valcuvia.  Una é uma filha da espetacular fêmea VA “Ulme de Valdovin”, uma fêmea do criador espanhol Javier Mallo. 

Marko della Valcuvia possui consangüinidade 3-2 dessa fabulosa VA “Ulme de Valdovin”, vitoriosa na Alemanha em 1996.  Ulme foi duas vezes VA6 na Alemanha, Siegerin na Espanha, duas vezes Siegerin na Itália e na Bélgica.  Ulme era uma filha magnífica do Sieger Visum v. Arminius com a Siegerin espanhola Ora v. Batu. 

Chamo a atenção para o fato de como o criador “Della Valcuvia” baseou a sua criação em uma consangüinidade de Ulme.  Muitos de seus descententes dão continuidade ao tipo de Ulme.  Ulme é meia irma do belo macho V Lux de Valdovin, SG3 (um dos melhores filhos de Zamb Wienerau).  Lux aparece nos pedigrees de muitos dos VAs alemaes, como Larus, Untox, etc.  Lork de Valdovin foi VA na Espanha e um dos melhores reprodutores espanhóis de todos os tempos.  Lina de Valdovin foi SG16 na Alemanha e Ulme, Lux, Lork, Lina são todos descendentes da VA1 e Sieger da Espanha Ora v. Batu. 

Ora v. Batu, mãe de Ulme, é irma de Ossa v. Batu, mãe de Immo v. Batu, um ótimo reprodutor e pai de um grande reprodutor australiano, Iwan v. Lechtal.  É evidente que muito da capacidade reprodutiva de Dux della Valcuvia vem dessas espetaculares reprodutoras que acabo de mencionar. 

Os resultados da Sieger italiana de 2004 demonstram enfaticamente as capacidades do reprodutor Marko della Valcuvia.  A progênie de Marko na Sieger alema de 2005 mostraram novamente a grande capacidade deste magnífico reprodutor, assim como foi o caso dos grupos de progênie de Quantum e de seu filho Zamp vom Thermodos.  Zamp na Sieger de 2005 teve 13 filhas entre as 50 primeiras colocadas da classe de 18 a 24 meses e 7 machos na classe de 12 a 18 meses, o que faz um total de 20 animais nos primeiros 100, um em cada cinco, um resultado espetacular. 

Na Sieger de 2006 em Oberhausen, Zamp v. Thermodos conquistou merecidamente o título máximo de Sieger e Quantum v. Arminius obteve pela segunda vez o título de Vice-Sieger.  No sábado pela manhã, os grupos de progênie desses dois magníficos reprodutores impressionaram a TODOS no estádio principal, enquanto os juizes Heinz Scheerer e Gunter Schwedes enalteciam as virtudes dos respectivos grupos de progênie.  Este foi um claro reconhecimento do alto valor para a criação que têm estes dois reprodutores. 

Quantum é o pai do excelente macho V9 Winner v. Assaut (SG3 em 2005), Dux é pai de Boss vd. Granfenburg (V13 em 2005 e V11 em 2006, Marko é pai de Wafa di Casa Cacozza (VA6 em 2005 e VA4 este ano), e Zamp por sua vez é pai de Pania dell Alto Pino (SG6 em 2005 e VA9 em 2006). 

Chamo a atenção para os MAIN RESULTS (PRINCIPAIS RESULTADOS), para que possam notar a tremenda capacidade reprodutiva através de Dux della Valcuvia e de seus dois filhos Quantum & Marko, além de seu neto Zamp vom Thermodos, sem qualquer dúvida a grande estrela da Sieger de 2006.  Espero que meus leitores entendam a razao pela qual entrei em tantos detalhes aos descrever estas importantes linhas de sangue. 

CLASSE ABERTA MACHOS:  foi a melhor classe na Sieger de 2006 e teve 8 machos com a qualificação máxima (VA).

 

ZAMP VOM THERMODOS

Sieger e VA1 Zamp vom Thermodos: ganhou merecidamente o título de Sieger com uma performance impressionante, assim como com um grupo de progênie de altíssima qualidade.  Muitos chegaram nas primeiras posições e outros tantos penso que mereciam melhores resultados.

 

QUANTUM VON ARMINIUS

VA2 Quantum von Arminius: um macho GRANDE, em bom estado e com muito boa apresentação para um cão de sua idade, com um grupo de progênia de alta qualidade.

 

ORBIT VOM HUHNEGRAB

VA3 Orbit Hühnegrab: um macho GRANDE.  Apresentou o mais numeroso grupo de progênie.  Seu grupo, entretanto, desapontou.  Seus proprietários talvez pudessem levar em consideração a qualidade dos animais apresentados em primeiro lugar e não a quantidade de cães.

 

PAKROS D'ULMENTAL

VA4 Pakros d’Ulmental, na minha opinião, deveria ter ficado na frente de Orbit.  Estava muito bonito e apresentou um grupo de progênie de qualidade.  Ele é pai do magnífico VA8 Vegas du Haut Mansard.

 

DUX de CUATRO FLORES

VA5 Dux de Cuatro Flores:  novamente, na minha opinião, Dux deveria haver terminado a prova na frente de Orbit.  Dux continua a linha de seu pai o VA Hill vom Farbenspiel.  Seu grupo de progênie tinha várias cadelas de altíssimo nível.

 

QUENN VOM LOHERWEG

VA6 Quenn vom Loher Weg: fiquei bem desapontado com o seu grupo de progênie.  Para ser VA novamente, Quenn terá que melhorar muito neste aspecto.

 

ODIN VOM HOLTKAMPER HOF

VA7 Odin vom Holtkämper Hof (Sieger jovem em 2005): um macho GRANDE de um criador de muito sucesso.  Fui informado que ele está deixando filhotes muito bonitos, apesar de muito jovens ainda para terem sido apresentados este ano.  Um macho que possui grandes qualidades, com excelente conformaçao e uma ótima performance durante toda a prova.  Estou certo que ele apresentará um bom grupo de progênie no próximo ano. 

 

VEGAS DU HAUT MANSARD

VA8 Vegas du Haut Mansard (Sieger de 12 a 18 meses em 2005): meu macho favorito de todos os tempos!  Novamente este ano ele estava em super condições: uma verdadeira estrela.  Vegas também é muito jovem para apresentar um grupo de progênie, mas estou certo de que ele produzirá um de muito bom nível.  Veremos em 2007 (já recebi informações de muitas ninhadas e de filhotes de grande categoria).  Vegas, assim como seu pai Pakros, é um cao que se espera muito para o futuro de nossa criação. 

Nao tenho dúvidas de que uma ligação entre as linhas de Pakros e Vegas com a linha de Ursus e Yasko, somadas as de Dux, Zamp, Quantum, Marko estarão presentes DE MANEIRA ACENTUADA no futuro da criação.  Famílias que complementam famílias:  combinações da realeza! 

Eu acrescentaria ainda neste seleto grupo as linhas de Dux de Cuatro Flores e de Esko vom Dänischen Hof, especialmente pelo lado das fêmeas, que darao uma contribuição muito positiva a todas as linhas acima mencionadas.  Também estou esperançoso de que Odin vom Holtkämper Hof será um reprodutor de sucesso.  Sao linhas ótimas que têm sido promovidas na Alemanha por Herr Heinz Scheerer.  Lógico que o crédito tem que ir para os excelentes criadores da Alemanha, que predominantemente escolhem machos que combinam bem com suas fêmeas.  Em muitos outros países, entretanto, boa parte dos criadores escolhem um macho para suas fêmeas levando em consideraçao “quem é o dono do macho”.  Este é um caminho curto para a mediocridade de nossa criação nesses países que seguem esta prática não recomendada

"Cumpre ressaltar que o VA4 Pakros e a VA1 & Siegerin Xara sao AMBOS filhos da fabulosa Karma Oschentor, duas vezes VA e Siegerin em 2002."

Seria de grande valia se em todos os demais países, particularmente aqueles onde há clubes ligados à WUSV, apoiassem de forma construtiva a tendência da SV da Alemanha e dos criadores alemães.  Todos nós ganharíamos muito mais com a criação e em um espaço de tempo muito reduzido. 

Antes de entrar no tema dos melhores Vs machos, gostaria de enfatizar que a escolha dos VAs deste ano foi a melhor que vi em muitos anos, tanto em conformidade, performance e linhas de sangue.  Herr Heinz Scheerer deve ser parabenizado pela sua participaão neste tema.  Alguns grupos de progênie desapontaram, mas este aspecto negativo foi certamente suplantado pelo excelente nível de outros grupos de altíssima qualidade, o que nos deixa muito esperançosos com relação ao futuro da criação. 

Gostaria, ainda, de mencionar que Nando vom Gollerweiher, VA9 em 2005, não foi aprovado no teste de coragem.  O mesmo ocorreu com Karat’s Yoker (já vendido).  Esperava-se que esses dois animais fizessem parte do seleto grupo de VAs, o que não foi possível em vista de terem falhado no teste de coragem.  Ken vom Elzmundungsraum, V2 em 2005 e Sony v. d. Neudenauer Holzsteige, SG2 em 2005, tiveram problemas de saúde poucas semanas antes da Sieger e não competiram. Desde então Sony foi vendido para a China, juntando-se a muitos outros cães de ponta, machos e fêmeas, comprados por criadores chineses nos últimos anos.  Infelizmente, Flipp v. Arlett faleceu pouco antes da Sieger.

 

V1 BRAVOS STEFFEN HAUS

V1 Bravos v. Steffen Haus:  esperava-se muito que este cão passasse para o seleto grupo de VAs, por ser o melhor filho do grande reprodutor Esko vom Dänischen Hof.  Entretanto, com um grupo de progênie que deixou a desejar, somado ao fato de que este ano ele não estava em boas condições como no ano passado, uma vez mais por pouco deixou de entrar no grupo dos VAs. 

V2 Janos Noriswand:  um macho MUITO GRANDE.  Fiquei impressionado com o fato de Janos ter terminado como V2.  Impressionado pelo fato de ele ser um cão particularmente grande.  Mais impressionado ainda fiquei com o fato de Janos ter obtido o título de Sieger na Itália algumas semanas após.  A SV deve prestar muita atenção ao problema do tamanho excessivo dos cães.  Deve fazê-lo de maneira consistente e estruturada.  Tenho muito mais a comentar sobre o tamanho dos cães em nossa criação um pouco mais adiante. 

 

QUANTUM VOM FIEMERECK

V3 Quantum vom Fiemereck: um filho de Rocky vom Haus Tepferd de muita qualidade.   Foi o melhor representante em 2006 da linha do VA Ando.  Quantum foi SG6 em 2005 e entendo que foi vendido para o Brasil.  Uma pena, pois tinha grandes esperanças de vêlo, assim como a sua progênie, nos próximos anos. 

Gostaria, ainda, de chamar a atençao a alguns machos que me impressionaram nesta classe: o V6 Idol Holtkämper Hof apresentou um grupo de progênie de excelente nível e deveria ter terminado em posição bem superior.

 

DUX VOM JABORA
photo by John Ward

O V8 Dux Jabora, o V9 Winner v. Assaut, o V13 Xaro d’Ulmental, o V14 Ingodds Agassi, o V17 Bazi Urbecke, assim como os irmaos V15 Negus e o V24 Naxos Holtkämper See, ambos filhos de Zamp e de uma grande reprodutora filha de Wallace Agrigento.

 

XARO d' ULMENTAL

Houve um número considerável de cães que não passaram na prova de coragem.  47 machos e 38 fêmeas (a prova de coragem é obrigatória nas classes aciama de 24 meses.  É conhecida como o Schutzhund test). 

Alguns dos notáveis que foram reprovados no teste de coragem foram:  Karat’s Yoker, V1 em 2005; Nando v. Gollerweiher, VA9 em 2005;  Solo v. Team Fiemereck, V14 em 2005; irmao de Sämmo v. Team Fiemereck que não foi aprovado no teste de coragem de 2005 e não foi apresentado em 2006.  Merlin Osterberger Land, SG12 em 2005; Tony degi Achei, SG13 em 2005; Kenzo Grafenburg, SG7 em 2005; Cello Haus Yu, SG4 em 2005; Bijou Freeze Land, SG18 em 2005.  As mais notáveis fêmeas reprovadas este ano foram Atrice Regina Pacis, VA10 em 2005; e Osaka Fichtenschlag, SG15 em 2005

Na classe Aberta fêmeas tivemos 9 VAs.

 

WORLD SIEGERIN 2006 - XARA VOM AGILOLFINGER

VA1 & Siegerin Xara v. Agilolfinger: Xara foi VA7 no ano passado e justificou totalmente o seu título em 2006.  Uma fêmea de tamanho correto, com boa cabeça e expressão, muito harmoniosa, ótimas linhas superior e inferior, angulações absolutamente corretas.  Sua performance ao longo de toda a prova foi exemplar.  Nitidamente não estava em suas melhor pelagem, mas isso não foi suficiente para prejudicá-la.  Muito merecidamente recebeu o título de Sigerin.

 

CHAKIRA OSTERBERGER LAND

VA2 Chakira Osterberger LandV.  Havia sido VA12 no ano passado.  Outra super cadela de um dos criadores de maior sucesso na Alemanha.  Uma filha de Esko que certamente contribuirá para a criação através de seus descendentes.

 

YASMIN VOM NIEUWLANDSHOF

VA3 Yasmin vom Nieuwlandshof:  uma fêmea GRANDE que havia sido SG11 em 2005.  Uma fêmea muito forte, que poderia ter se apresentado um pouco melhor.  Criada por um tos principais canis da Holanda, ela mudou-se para a Alemanha há alguns anos.  Uma grande conquista. 

VA4 Wafa di Casa Cacozza: VA6 em 2005 e Siegerin jovem em 2004.  Uma fêmea GRANDE, que mereceu estar entre os primeiros VAs este ano.  É filha do grande reprodutor VA Marko della Valcuvia.

 

VA5 BOA VON ARLINE

As demais fêmeas VA foram todas de excelente nível e certamente mereceram a qualificação máxima.  Devo dizer que fiquei muito positivamente impressionado com o julgamento desta classe pelo Gunter Schewedes.  Ele claramente gostou da experiência e julgou de maneira vigorosa e professional durante toda a apresentação da classe.  Fez um ótimo trabalho.  A qualidade desta classe foi realmente muito alta e muitas fêmeas Vs poderiam ter sido consideradas para o título de VA.  Espero que algumas regressem no ano próximo e que tenham sucesso.  É sempre difícil para muitas fêmeas durante os anos iniciais de vida, ter ninhadas e manter uma boa aparência para apresentação na Sieger.  Cumprimento os seus proprietários que conseguem apresentar suas fêmeas por alguns anos, entre uma ninhada e outra. 

Um aspecto muito sério que gostaria de chamar a atenção:  muitas fêmeas na classe Aberta  passavam claramente do limite máximo de 60 centímetros.  Apenas este fato nos coloca diante de uma boa oportunidade para discutir sobre como a SV tem cuidado da questão “tamanho”.  Talvez seja o caso de perguntar “quem você conhece e não o que você conhece?”  A régua medidora tem sido objeto de discussão nos últimos anos.  Outro objeto de discussão na Sieger, que este ano atingiu um nível mais alto, é o comentário por parte de muitos criadores e expositores alemães, além do público em geral, incluindo os estrangeiros: sem contatos, sem a menor chance (no connection, no chance). 

Este é um importante tema a ser debatido e modificado dentro da criação no mundo inteiro.  Muitos aspectos dessa discussão serão determinantes no futuro da criação.  O melhor cão, a melhor cadela tem que estar na frente de outros  que não são do mesmo nível.  O melhor, não importando quem é o criador ou o proprietário, deve ser colocado na posição mais alta do pódio, para que este resultado correto possa influir de forma positiva na criação.  Infelizmente, não é o que vemos com muita freqüência.  Não se deve dar importância a quem é o criador ou o proprietário. 

Mudando de assunto, um aspecto positivo, gostaria de parabenizar a SV pela introdução na Sieger de 2006, de teste no sentido de verificar a manipulação na cor dos cães com tinta.  A retirada de pêlos dos 10 primeiros colocados nas classes jovens e dos 15 primeiros nas classes Aberta foi a principal e mais positiva medida tomada pela SV para coibir o “roubo”.  A diferença na aparência de muitos cães em todas as classes foi significativa.  Interessante como as côres estavam naturais este ano e como alguns com côres impressionantes nos anos anteriores, agora estavam desbotados e bem diferentes.  Os proprietários não devem ter dúvidas de que estas manipulações foram notadas por todos.  Espero que o teste do pêlo seja expandido no próximo ano para os primeiros vinte colocados. 

Espero, ainda, que a SV venha a considerar a implementação de um sistema mais eficiente para medir os cães.  Um sistema a prova de erros, para os primeiros 20 em cada classe durante a Sieger.  Nao é aceitável que cães obviamente muito acima do padrão tenham influência em nossa criação.  Este tema vem sendo ignorado há muito tempo e esta prática deve terminar já. 

Não pode a SV, de um lado, recusar intransigentemente qualquer aumento no Padrão da Raça com relação a altura da cernelha e, por outro, continuar a autorizar os juizes da SV e os juizes de Seleção a escrever falsas medidas a seu inteiro dispor.  Isto nao é correto, isto é roubo e deve acabar já. 

A SV estabelece o Padrão da Raça, as Regras e Regulamentos.  Deve a SV igualmente estabelecer um padrão para a honestidade na nossa criação, padrão esse que pode ser igual ou mais importante que as regras já existentes. 

ROUBAR É ERRADO.  PERDOAR O ROUBO É O MESMO QUE ROUBAR. 

As regras de Seleçao da SV (SV Körung) são muito claras:

7.2 Classe 2 (Körklasse 2):

Cães selecionados como Classe 2:

b) com medidas acima ou abaixo dos limites da cernelha em até um centímetro;

Nota: os limites da cernelha são: Machos de 60 a 65 centímetros; Fêmeas de 55 a 60 centímetros. 

Minha opiniao pessoal é a de que 1 centímetro apenas é muito restritivo para introduzir uma verdade total nas medidas dos cães.  Especialmente nas provas de seleções.  Acredito que adicionar 2 centímetros na altura máxima atual seria uma medida muito mais realista.  O problema fica evidente quando notamos o tamanho de muitos ds prinipais cães nas últimas Siegerschaus da Alemanha.  Mais grave é quando vemos a influência que muitos deles têm em nossa criação.  A régua alemã passou, há muito, a ser motivo de piadas internacionais.  Ser selecionado Classe 2 é certamente muito melhor do que NAO SER APROVADO na seleção.  Introduzir a verdade na medição dos cães é certamente algo que merece ser feito.  Eu sugeriria, ainda, um sistema de medição da altura em duas vezes.  Este é um assunto demasiadamente importante para ser deixado nas mãos exclusivamente de um juiz de seleção.  Intruduzir mecanismos mais modernos para a medição é também algo que precisa ser objeto de maior reflexão.  Com a tecnologia dos dias de hoje, isto será certamente possível. 

Não tenho qualquer reserva em escrever sobre este importante tema em meu IMPRESSõES. A Siegerschau é o evento global mais importante em nossa criação.  Devemos chamar a atenção para os mais importantes temas atuais e futuros que afetam a criação, para que haja um debate frutífero e que possa influenciar todas as organizações pastoreiras, especialmente àquelas da Alemanha, a pátria mãe. 

 

IROK KARANBERG

 

IROK KARANBERG

Na segunda categoria machos (18 a 24 meses), o SG1 e Sieger Jovem Irok Karenberg, certamente não seria a minha escolha.  Trata-se de um animal bem construído, mas que infelizmente, no dia da Sieger, não foi bem apresentado.  Devo dizer, ainda, que fiquei desapontado com as duas classes de jovens machos (12 a 18, e 18 a 24 meses) na Sieger de 2006.  Não observei qualquer jovem macho de grande categoria.  Certamente não havia um Odin, um Vegas, um Sony entre eles.  Tive a impressão, ainda, de que vários machos de muito bom nível estavam em posiçoes intermediárias, fato que deixou muitos dos presentes insatisfeitos com os julgamentos.  Seria muito importante que a SV escolhesse os juizes de maior talento para julgar a Siegerschau.  Todos sabemos que há grandes juizes, com um bom olho e muito talento para julgar nossa criação, especialmente um evento como a Sieger. 

O SG2 Flipp Bujenter Land, de alguma forma, impressionou, assim como os três filhos do Zamp, o SG3 Yumbo Bärenschlucht, o SG5 Sirio della Real Favorita (Sieger Jovem da Bélgica em 2006) e o SG6 Cito Haus Portofino.  Zamp teve SETE filhos entre os primeiros 50 caes desta classe.  Orbit teve SEIS entre os primeiros 50, mas fiquei algo menos impressionado com o muito grande SG4 Greif Kark-May Hohle, se comparado com os outros filhos do Orbit, que, aliás, considerei que tiveram muita sorte em terem terminado em colocações tão boas. 

Na 2a. categoria fêmeas, fiquei muito mais impressionado com a qualidade das fêmeas do que nos machos. 

 

TIANA VOM FICHTENSCHLAG

A SG1 e Sieger Jovem Tiana Fichtenschlag estava muito bonita.  Tiara é uma filha de Wilko Fichtenschlag, um filho do VA Orbit von Tronje, com uma filha de Hoss Larchenhain.  A mae de Tiana, Lufti Hühnegrab, filha do VA Hill Farbenspiel com o VA Karly Arminius, com Marit Wildsteigerland no lado materno.  Tiana é uma fêmea que deveremos prestar atenção em 2007. 

A SG4, Yelly Dreisbachtal, filha do VA Dux de Cuatro Flores, impressionou muito também, assim como a SG5, Finny Jahnhohe, outra filha de Dux.  Houve 3 filhas do Dux entre as primeiras 50.  Na realidade, as três estiveram entre as primeiras 20 colocadas.  Houve 6 filhas do Pakros entre as primeiras 50 e sete filhas do Zamp entre as primeiras 50. 

A terceira categoria machos (12 a 18 meses) foi certamente a classe que menos impressionou em toda a Sieger.  Este não foi um ano bom, nenhuma grande estrela para o futuro.  Ademais, o julgamento desta classe deixou-me perplexo, para dizer o mínimo.  Vários machos excelentes deveriam haver terminado muito mais à frente.  Nunca vi um juiz em uma Siegerschau olhar tanto e rabiscar tanto suas anotações como foi o caso nesta classe.  Houve momentos no julgamento dessa classe que fiquei totalmente perdido, sem saber onde estava ou o que acontecia. 

 

SG10  XADRO VOM STREEK

Na minha opinião, depois de ter observado esta classe do início ao fim, o SG10, Xadro vom Streek, um excelente filho do VA Orbit v. Tronje, seria o meu vencedor.  O SG9 Lasso Rieser Perle, um filho do VA Orbit Hühnegrab, que se destacou no grupo de progênie do pai, deveria ter ficado em segundo.  Estes dois machos poderão ter um ótimo futuro. 

 

THOR VOM FRIEDENSPARK

Também fiquei impressionado com o SG28, Thor Friedenspark, que certamente estaria entre os meus primeiros cinco desta classe.  Trata-se de um excelente macho cinza, com muita força e substância, ótima conformação e movimento exepcional.  Seguirei sua carreira com grande interesse.

 

SG3 YEROM VOM HAUS SALIHIN

Devo mencionar, ainda, dois outros excelentes machos nesta classe, ambos de criação britânica.  Os dois bem colocados, mas, na minha opiniao, deveriam haver terminado ainda mais à frente. 

 

ASTANA ALFONS

Um foi o SG14 Astana Alfons, que teve uma performance exemplar.  Felicito a Julie e o To Bridge.  É um filho de Mentos Hühnegrab, um animal importado para o Reino Unido, cujo proprietário é John Ward of Belezra, da Cornoália.  Mentos foi V42 na Classe Aberta.   Parabéns, John. 

 

SHOTAAN FABIUS

O outro excelente cão britânico foi o SG29, Shotaan Fabius, cuja performance foi exemplar.  Fabius é de criação e titularidade de Stee Cox.  Parabéns, Steve, a você e a seu pai.  Alfons e Fabius são legítimos representates do grupo de criadores britânicos.  Foram as grandes estrelas britânicas da Sieger. 

Chamou-me também a atenção os dois irmaos SG19 e SG24 Flash e Fello Zomerdijkslanden, de criação holandêsa e filhos do Zamp.  Devo reconhecer que preferí o Fello

Outro fato interessante a observar nessa classe é olhar os pais dos primeiros 50 colocados.  Não me lembro de encontrar uma variedade tao grande de pais entre os primeiros 50 em eventos semelhantes nos anos anteriores.  Motivo para uma reflexão!

 

VIANA VOM FICHTENSCHLAG

A terceira categoria fêmeas, vencida pela SG1 e Sieger Jovem Viana Fichtenschlag, é do mesmo criador da Sieger da segunda categoria, Tiana Fichtenschlag.  Um grande resultado.  Meus parabéns. 

 

 

A SG4 Nadia della Loggia dei Mercanti tem certamente um grande futuro pela frente,

 

DESPINA VOM WEINBACHER LAND

assim como a SG6 Despina Weinbacher Land, uma filha do VA Quenn

 

 

A SG11, Gwendy aus Agrigento, uma bela femea filha de Leo aus Agrigento, um reprodutor de ótimo sangue, certamente obterá o título de VA em um futuro próximo. 

As filhas de Zamp, a SG18 Daphne Elzmundungsraum e sua irmã SG30 Daria Elzmundungsraum, cuja proprietária é Sue Belfield do Reino Unido, também impressionou.  Aliás, Daria deveria ter obtido uma colocação melhor. 

 

CALIBRA PANONIANSEE

A SG52 Calibra Panoniansee, também filha do Zamp, chamou minha atenção. 

Muitas das fêmeas no último grupo dessa classe eram do melhor nível.  Muitas de ótimo tipo, conformação e excelente performance.  Na minha opinião esta foi a classe de melhor nível entre os cães de menos de 24 meses.  O Juiz Eric Bösl fez um excelente julgamento e escutei muito pouco em termos de insatisfação com o resultado geral.  Uma vez mais, houve uma variedade grande de pais entre os primeiros 50 desta classe.  Vejam em MAIN RESULTS (Principais Resultados), o que ilustra claramente a grande variedade de reprodutores e combinações de sucesso agora disponíveis para os criadores. 

Devemos todos levar em consideração a importância para o futuro da criaçao em ter jovens, meninos e meninas, em nosso meio.  Fico muito contente em observar que Jazz Davis, uma jovem de 12 anos, do País de Gales, que apresentou Veneze Addie, filha do VA Orbit Hühnegrab, em seu gropo de progênie.  Jazz estava muito bem no ringue do estádio principal, levando o sua cadela em grande estilo para uma pessoa tão jovem.  Ela certamente tem muito a oferecer nos eventos do Reino Unido e espero que todos possam dar a Jazz o máximo de estímulo em nossa criação. 

 

JAZZ DAVIES

Deveríamos todos seguir o exemplo de Jazz e contribuir para encontrar mais jovens para que participem do nosso esporte.  Parabenizo os esforços de John Ward em desenvolver o programa de jovens apresentadores.  Muito mais nesta linha precisa ser feito por todos nós.

 

STADIUM - HAMBURGER STRASS 210 - BRAUNSCHEIG, GERMANY
Sede da Siegerschau de 2007

Já estou ansioso para a próxima Sieger, a ser realizada em Braunschweig, perto de Hannover, no norte da Alemanha.  Novamente a Sieger será realizada em uma cidade relativamente pequena.  Assim que recomendo que todos reservem seus hotéis com uma boa antecipação.  Rose & Harry Emmett uma vez mais organizaram uma excelente viagem para a Sieger em 2006 e certamente irão organizar nos próximos anos.  Este fato tem o apoio de todos – o clima é fantástico.  Para aqueles que nunca estiveram em uma Sieger, ou que não tenham estado em uma há anos, pensem em marcar presença em 2007.  Estarei lá, se Deus quiser.

David Payne – Videx GSD
www.videxgsd.com

Copyright
© – David Payne 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

LEGAL NOTICE - All information and material contained within this web site is Copyright 1997-2016 © Videx German Shepherd Dogs
This Page was last modified on 05 September, 2017.

David & Rhoda Payne - VIDEX GSD

Malvern, Worcs. UK
            Mobile :+44 (0)7710 760466 - Land-line Picture of phone: +44 (0)1905 830900 -
email: david@videxgsd.com